Buscar

Câncer de pele - cuidados com a estrela do verão

Com o verão a todo vapor e com os raios do sol mais intensos, é preciso estar atento com nossa principal camada de proteção: a pele.

Além de regular a temperatura do corpo, ela serve de proteção contra agentes externos, como a luz do sol e o calor, e é aí que mora o perigo.

O principal agente causador do câncer de pele é a radiação ultravioleta (UV) natural proveniente do Sol, que danifica o DNA das células da pele.



Como o câncer funciona É provocado pelo crescimento anormal e descontrolado das células que compõem a pele. Essas células se dispõem formando camadas e, de acordo com as que forem afetadas, são definidos os diferentes tipos de câncer.

1 - Não-Melanoma

É o mais frequente no Brasil, corresponde a cerca de 94% dos casos. Tem baixo grau de mortalidade. Mais comum em pessoas com mais de 40 anos, no entanto, com a constante exposição de jovens aos raios solares, a idade média de início vem diminuindo. - Carcinoma basocelular – localizado na camada mais superficial da pele (epiderme). É o mais frequente e com mais chances de cura.

- Carcinoma espinocelular – pode ocorrer em qualquer camada da pele. É o segundo tipo mais comum, porém mais agressivo, pois pode atingir outros órgãos (metástase).

2 - Melanoma

É o menos incidente, porém o tipo mais grave, devido à sua alta possibilidade de atingir outros órgãos (metástase). Pode aparecer em qualquer parte do corpo, na pele ou mucosas, na forma de manchas ou pintas. É mais frequente em adultos brancos. Fatores de risco

Fatores que aumentam o risco de ter câncer de pele:

  • Ter cor de pele, olhos e cabelos claros;

  • História familiar ou pessoal de câncer de pele;

  • Ter o sistema imune debilitado por doenças;

  • Presença de pintas atípicas e numerosas.


Brancos, negros, pardos, todos devem se proteger do Sol, ainda mais no verão, pois nada impede que a doença se manifeste em pessoas sem fator de risco.

Aqueles com histórico de câncer de pele na família, muitas pintas ou que têm tendência a ficarem vermelhos ao se exporem ao sol e não bronzeados também devem ter atenção e cuidados redobrados.

Conheça os sinais

O câncer da pele pode se assemelhar a pintas ou outras lesões benignas. Assim, conhecer bem a pele e saber identificar qualquer alteração faz toda diferença. Observe:

  • Pintas ou manchas que coçam, ardem, descamam ou sangram;

  • Pintas ou manchas que apresentaram crescimento rápido;

  • Pintas pretas ou castanhas que possuem mais de uma cor ou textura, bordas irregulares ou são assimétricas;

  • Feridas que não cicatrizam.


É bom lembrar que nenhum exame caseiro substitui a consulta e avaliação médica.

Como se proteger dos raios ultravioletas

Utilize protetor solar com FPS 30 ou mais, aplicando-o 15 minutos antes de se expor ao sol. E lembre-se de repor a cada 2h em caso de pele úmida, pelo suor ou pela água. Evite a exposição solar prolongada entre 10h e 16 horas. Quando estiver na praia ou na piscina, opte por barracas feitas de algodão ou lona, que absorvem 50% da radiação ultravioleta.

Qual o filtro solar mais adequado

O filtro solar é capaz de prevenir os males provocados pela exposição solar, como o envelhecimento precoce, queimadura solar e o câncer de pele. Confira como saber qual o filtro mais adequado para você e sua família.

Ele pode ser mensurado em estrelas, de 0 a 4, onde 0 é nenhuma proteção e 4 é altíssima proteção UVA.O correto é procurar por esta classificação ou por valor de PPD (Persistent Pigment Darkening – mede o bronzeamento que a pele sofre após a exposição ao raio UVA) nos rótulos dos produtos. Ela deve corresponder a no mínimo um terço do FPS do produto. Ou seja, se o protetor tiver o FPS 30, o ideal é que tenha um PPD 10, no mínimo.

Qual o impacto nas empresas?

Sabemos que prevenir é o melhor remédio. Além de proteger a vida e contribuir para o bem-estar dos colaboradores, as empresas que investem em ações de prevenção do câncer de pele podem reduzir o absenteísmo que costuma acompanhar o tratamento da doença.

A saúde dos funcionários não tem preço. Mas incentivar ações preventivas melhora a qualidade de vida das pessoas e diminui os gastos do plano com consultas e tratamentos - o que acaba reduzindo o custo total de gestão da saúde nas empresas.

Aqui na iTech Care, estamos sempre atentos a novas tecnologias e apresentamos soluções customizadas com foco na gestão da saúde dos colaboradores.

Gostou das dicas? Então compartilhe este conteúdo com os colegas de sua equipe.

Confira essas e outras dicas com a dermatologista Mariana Seigneur, consultora da iTech Care, no webinar "Cuidados com a estrela do verão", gravado em dezembro.


logo_itechcare_negativo_horizontal_01a.p

LINKS

SOBRE

(11) 4550-3052​

contato@itechcare.com.br

Rua Fidêncio Ramos, 100 - 6º andar 

Vila Olímpia - São Paulo - SP

SOCIAL

57-572881_twitter-linkedin-logo-png-tran

© 2021 by iTechCare. Todos os direitos reservados